.: Prefeitura De Araguaina :.
Terça-feira, 18 De Maio De 2021 |    CLIMA: Sol e aumento de nuvens de manha. Pancadas de chuva a tarde. a noite o tempo fica aberto. | Mínima: 22ºC | Máxima: 30 ºC
prefeitura de araguaina

Cidadão Empresa Servidor Turista   Site leilao de Imveis



campanhas





NOTÍCIAS

Prefeitura e Tribunal de Justiça se unem para regularização fundiária em Araguaína

Publicado: Data: 06/04/2021 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Município lançará programa para atrair moradores interessados em obter o registro de suas moradias

Por Marcelo Martin - Foto: Divulgação

Ter a casa própria ainda é o sonho da maioria dos brasileiros, seja pelas condições econômicas que dificultam a compra ou a falta de registro do imóvel já habitado. Para encerrar essa espera dos moradores de Araguaína, a Prefeitura e o TJTO (Tribunal de Justiça do Tocantins) se uniram para realizar regularização fundiária urbana e rural. No dia 15 de março, o prefeito Wagner Rodrigues assinou um termo de cooperação traçando metas e dispondo servidores para auxílio nos processos.

“Isso é importante para dar segurança jurídica para o morador, o que ajuda ele conseguir um financiamento ou poder vender a propriedade, que muitas vezes comprou, mas não tem nenhum documento em cartório que comprove a posse. É bom para todo mundo a organização desses processos”, afirmou o prefeito.

A ação conjunta também atende a Lei Federal 13.465/17, que instituiu o Regularização Fundiária Urbana (Reurb), principalmente de interesse social (Reurb-S). “É muito tímida a demanda por regularização no Município, acredito que por causa do custo. Essa parceria do TJ é muito importante porque o órgão regula os cartórios e, quando houver interesse social, pode pedir a gratuidade do primeiro registro”, explicou o procurador municipal Gustavo Fidalgo.

Parceria

O documento assinado entre as partes prevê que a Prefeitura disponibilizará até dois servidores para auxiliar na rotina e procedimentos do tribunal quanto à regularização fundiária urbana e rural. A atuação é junto ao novo Núcleo de Preservação e Regularização Fundiária do Tribunal de Justiça do Tocantins. O prazo da cooperação é de 24 meses, prorrogáveis por mais 36 meses.

Publicado: Data: 06/04/2021 Autor:Ascom







voltar