.: Prefeitura De Araguaina :.
Quarta-feira, 24 De Abril De 2019 |    CLIMA: Sol e aumento de nuvens de manha. Pancadas de chuva a tarde e a noite. | Mínima: 23ºC | Máxima: 33 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista  

campanhas





NOTÍCIAS

0800 da Saúde tem aprovação dos araguainenses em Conferência Municipal

Publicado: Data: 11/04/2019 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

O agendamento de consultas por telefone está entre as propostas selecionadas durante o evento de participação popular, que definiu as melhorias no atendimento do SUS no Município

Por Thatiane Cunha - Foto: Marcos Filho Sandes/Ascom

Entre 25 propostas aprovadas na 8ª Conferência Municipal de Saúde, o 0800 da Saúde de Araguaína teve destaque nas avaliações da população. Com a maior participação dos últimos anos do evento, que passou de 300 para mais de 500 pessoas, a proposta de manter o agendamento de consultas por telefone foi uma das mais aceitas pelos participantes.
 
A conferência foi realizada nos dias 5 e 6 de abril, no auditório do Centro Universitário Unitpac, com o objetivo de ouvir os araguainenses em relação aos problemas enfrentados nas comunidades, analisar a situação atual do Sistema Único de Saúde (SUS) e debater soluções.
 
Propostas
Divididas em três eixos de discussão (Saúde como direito, Consolidação dos Princípios do SUS e Financiamento adequado e suficiente para o SUS), foram escolhidas 15 propostas de melhorias para Saúde do Município para serem enviadas às conferências Estadual e Nacional. As outras 10 propostas analisadas foram aprovadas para serem discutidas junto ao próprio Município.
 
Além da manutenção do 0800 da Saúde, foi aprovada a articulação com os órgãos competentes para a inserção na grade curricular do Ensino Fundamental I e II de disciplinas de educação em saúde (saúde preventiva, trânsito, primeiros socorros, direitos e deveres cíveis).
 
Também estão em destaque entre as propostas: Investimento em centro de pesquisa e desburocratização na tramitação entre o início da pesquisa e seus respectivos resultados; Fomentar a pactuação do Fundo Nacional de Saúde, entre os municípios do mesmo estado e estados díspares de forma em que o município que receba os usuários­ seja ressarcido fundo a fundo; e estender o prazo de utilização do TFD (Tratamento Fora Domiciliar) até a finalização definitiva do tratamento.
 
As propostas municipais foram enviadas ao Conselho Municipal de Saúde e serão discutidas com à Secretaria da Saúde para implantação.
 
Participação
Participaram da Conferência Municipal usuários do SUS, representantes de vários segmentos sociais, além de gestores e trabalhadores em geral da saúde no Município. De acordo com o secretário executivo da Saúde, Sandro Rogério Cardoso, as propostas foram eleitas de forma democrática.  
 
“A participação de todos foi satisfatória. Tivemos que fazer dois grupos de cada eixo e isso mostra o quanto os araguainenses estão buscando ser mais participativos e atuantes”, assegurou o secretário.
 
Na conferência ainda foram eleitos 28 delegados titulares e suplentes. Entre esses, 14 são usuários do SUS, sete são representantes de gestores ou prestadores de serviço, e sete são profissionais da saúde. Eles vão a Palmas para participar da Conferência Estadual nos dias 5 e 6 de junho.
 
População como sujeito
O palestrante Neilton Araújo de Oliveira, médico e professor da Universidade Federal do Tocantins, faltou da importância desse retorno da opinião da população em relação ao atendimento de Saúde. “É trazer a sociedade para se sentir sujeita no processo. É onde a gente mora, trabalha, se diverte e adoece. A saúde não pode ser obrigação só do médico ou do governo, a saúde é de todo nós”.
 
A assistente social Cristine Maria Xavier citou que, com os apontamentos, as melhorias são mais prováveis. “Esse é o momento de podermos participar para ver onde melhorar. É o povo que sabe onde está a dificuldade. Esse momento a gente passa para nossos gestores”.

Publicado: Data: 11/04/2019 Autor:Ascom







voltar