.: Prefeitura De Araguaina :.
Domingo, 31 De Maio De 2020 |    CLIMA: Sol com algumas nuvens. Nao chove. | Mínima: 21ºC | Máxima: 32 ºC



Cidadão Empresa Servidor Turista   Site Covid-19



campanhas





NOTÍCIAS

Valores do Fundo da Infância e Adolescente em Araguaína serão destinados para UTI Pediátrica

Publicado: Data: 05/12/2016 Autor: Ascom

aumnetar letradiminuir letratamanho original imprimir
Plants: image 4 0f 4 thumb

Valores arrecadados pelo fundo serão para colaborar no custeio de instalação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Pediátricas, do Hospital Municipal Eduardo Medrado.

Por Gláucia Mendes

Representantes do Conselho Municipal dos diretos da Criança e do Adolescente de Araguaína (CMDCA) irão destinar valores do Fundo da Infância e Adolescente (FIA) para ajudar no custeio da instalação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Pediátricas que serão implantadas no Hospital Municipal Eduardo Medrado.

O anúncio foi publicado na resolução nº 18/2016 do Diário Oficial do Município nº 1200, de 11 de novembro, com base na lei municipal nº 2.777/2011, alterada pela Lei 3002/2016.
 
Recentemente o CMDCA e a Associação das Mães que Amam (AMA), tiveram um encontro com representantes de entidades, empresários e contadores para tirarem dúvidas de como realizar as doações ao fundo e também sobre o custeio para a instalação e manutenção da UTI Pediátrica na cidade, agora veio a decisão por unanimidade. 

Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica 

O hospital municipal já possui uma estrutura física adequada para que seja implantada a UTI.  No local já existe seis leitos. Segundo a analise do secretário Municipal da Saúde, Jean Coutinho, há necessidade de aumentar essa quantidade para dez, visando melhorar o atendimento para a sociedade.

O projeto da UTI Pediátrica elaborado pelo Município traz layout moderno, com paredes brancas e decoração que contribui para o tratamento humanizado. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), esse layout colabora com a recuperação.

Além de doações como a do FIA, após a instalação da UTI Pediátrica, o custeio com manutenção terá contrapartida de 50% do Ministério da Saúde (MS), 25% do Estado e 25% do Município.


Publicado: Data: 05/12/2016 Autor:Ascom







voltar